Santa Clara faz história na Luz e aproxima-se da Europa

A noite de Terça-feira foi de sonho para o Clube Desportivo Santa Clara. A equipa açoriana conseguiu pela primeira vez na sua história vencer o Sport Lisboa e Benfica. O melhor resultado que tinha alcançado era um empate sem golos na época de 2002/2003, em partida realizada no Estádio de São Miguel. Apesar das bancadas despidas do maior estádio do país, o emblema açoriano fez a festa alcançando uma vitória histórica por 4-3. Num jogo electrizante, o Santa Clara colocou-se em vantagem muito perto do intervalo com um golo de Anderson Carvalho, aos 44 minutos. Na segunda parte, o Benfica entrou forte e Rafa, aos 50 minutos, fez o empate a um golo. Mas a vantagem da equipa da casa não durou muito. Aos 57 minutos, Zaidu, depois de um canto apontado na esquerda por Osama Rashid, cabeceou e voltou a colocar o Santa Clara à frente do marcador. O segundo tempo foi de parada e resposta e Carlos Vinícius, opção de Bruno Lage depois do descanso, colocou em apenas dois minutos (aos 63 e 65) os actuais campeões nacionais na frente por 3-2. Mas quando muitos pensariam que os 3 pontos cairiam para o lado da equipa da Luz, os açorianos não desistiram e conseguiram voltar a restabelecer a igualdade aos 82 minutos. Rubén Dias cometeu grande penalidade por ter jogado a bola com a mão dentro da sua área e Crysan não falhou. Bateu Vlachodimos e apontou o 3-3. No 5º. minuto de tempo de compensação, o Santa Clara aplicou a “estocada final” ao Benfica. Zé Manuel veio da esquerda para a direita e estabeleceu o 4-3 final. 

João Henriques elogia jogadores 
Na flash interview logo após o apito final do jogo, João Henriques era um treinador naturalmente satisfeito por esta importante vitória e quis valorizar a exibição da sua equipa no Estádio da Luz.
“Durante a semana fala-se sempre sobre os grandes, é normal. Esquecem-se um bocadinho que existem equipas que jogam futebol neste campeonato e que têm qualidade. O Santa Clara é uma delas. Nós já tínhamos demonstrado, nestes primeiros 3 jogos, ao que vínhamos nestas ultimas dez jornadas. Vínhamos aqui discutir os 3 pontos. Vamos encarar cada jogo dessa forma até ao final. Foi um Santa Clara muito competente, com muita qualidade e é por isso que se tem de valorizar estes jogadores que aqui estiveram a representar o clube açoriano”, destacou João Henriques.
O treinador do Santa Clara fez também questão de destacar a personalidade do grupo e de realçar os sacrifícios que têm sido feitos para representar o clube e a Região.
“Nós temos uma identidade muito própria. Nós, desde o início da época, com muitas dificuldades com as viagens, com as deslocações, com uma série de questões que são difíceis para nós e ainda para mais, estamos desde o dia 30 na cidade do futebol, a sacrificar as nossas famílias para estarmos aqui a representar os Açores e o Santa clara. Tem sido sempre dito que somos uma equipa organizada e com jogadores de valor. Hoje ficou provado isso mesmo”, realçou o técnico açoriano.

Santa Clara busca classificação 
histórica
Com 35 pontos somados em 28 jornadas, o Santa Clara já tem praticamente assegurado um feito histórico: Disputar pelo 3º. ano consecutivo a mais importante competição do futebol português, a Primeira Liga de Futebol. Para além desse feito, João Henriques pretende ainda alcançar a melhor classificação e pontuação da história do clube.
“Estamos a trabalhar para isso. Estamos a trabalhar para alcançar os 42 pontos. Estamos a trabalhar para ficarmos melhor do que o 10º lugar e é isso para que vamos trabalhar. Não acabou hoje. Faltam 6 jogos, 18 pontos é isso que queremos tentar conquistar. Na próxima jornada temos um jogo no Bessa, tremendamente difícil, mas vamos jogar com o mesmo espirito, com essa vontade, porque esses 3 pontos são importantes para nos aproximarmos dessa meta. 

O que ainda falta jogar

Com a vitória na Luz, o Santa Clara tem por cumprir 6 jogos até ao final da época, estando ainda 18 pontos em disputa. Na próxima jornada, dia 28 de Junho, os açorianos deslocam-se a casa do Boavista, pelas 20 horas. A 3 de Julho, o Santa Clara recebe, na Cidade do Futebol, o Marítimo pelas 18h15. A 31ª. jornada joga-se a 10 de Julho, com a deslocação até ao Estádio de Alvalade para defrontar o Sporting, pelas 18h15. A 14 de Julho está agendada a recepção ao Desportivo das Aves às 16h00. Na penúltima jornada, o Santa Clara viaja até a casa do Rio Ave e no último jogo da temporada, a equipa açoriana recebe o Vitória de Guimarães, às 15h00.

Luís Lobão
 

Print
Autor: CA

Categorias: Desporto

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima