7 de abril de 2020

Do Meu Olhar!

A pandemia do medo !

1. Esta história do Covid 19 está, na verdade , a atravessar os nossos pensamentos e preocupações e envolve todos sem exceção ,  ninguém escapando ao medo que se tem vindo a espalhar por este mundo fora. A literatura está desenhada e apenas tem falhado a comunicação séria e credível, aquela que não é suscetível de suscitar  dúvidas nem levantar  suspeitas porque, neste espinhoso e difícil caso,  não podem existir duas linguagens, duas  visões , duas inquietações desiguais principalmente nas falhas de equipamento e na estratégia de enfrentar o vírus .  Números e critérios não batem certo e, mesmo em público, nota-se um resvalar de respostas nas situações que mais nos preocupam. 
  Tudo começou numa grande cidade  chinesa chamada Wuhan, com 11 milhões de habitantes, mais que a população de Portugal, moderna e com enormes arranha céus ! É legítimo afirmar que a China infetou o mundo e já é considerada( para mal dos nossos pecados )  a potência que vai mandar no planeta Terra, em tecnologia de ponta e em economia de mercado que tudo absorve sem dó nem piedade . Seguiu-se a Itália onde vivem , no norte, quase 30 mil chineses a trabalhar na indústria e em fábricas , que frequentemente circulam para o seu país! 
  Em Portugal tudo começou em 16 de  Março com a primeira vítima supostamente a   falecer do Coronavírus. Tinha 8o anos e sofria de outras patologias! É isto que o povo sabe e acredita face aos  atos de fé dos governantes de lá e de cá , que têm vindo a afirmar que só falam verdade no desenrolar da pandemia que, no entretanto,  já provocou um sem número de vítimas ! No meio desta tragédia tem-nos  valido  a forte intervenção e fé de um homem que carrega as dores deste nosso mundo, que é o Papa Francisco . 

  2. Pelo seu incontestado interesse  vou referir - me a um artigo do conhecido articulista terceirense Marcos Couto, publicado no Correio dos Açores e que versou sobre o intrigante tema da atualidade a que o autor intitulou “ Travar o avanço do COVID-19. Nem sempre concordamos com o articulista mas, desta vez, as medidas que preconiza são, em larga medida, oportunas, viáveis e de fácil aplicação e que podem, a    nosso  ver, ajudar decisivamente para enfrentar com êxito esta malfadada pandemia . 
  Os comentários  à  lamentável questão do envolvimento do Representante da República e da desfaçatez do Governo  centralista de Lisboa relativamente  ao encerramento do  nosso espaço aéreo , que poderia ter evitado tantos dissabores e dores de cabeça e o encarceramento da população açoriana, ficarão  para outra oportunidade ! 
  É uma boa ideia colocar em quarentena obrigatória e rigorosa todos os que entram na Região , mas mais importante que tudo , é a sugestão de se fazer testes em massa à população , isolando e confinando os infetados , medida que tem resultado mais eficaz do que obrigar as famílias a permanecer em casa,  com todos os inconvenientes daí decorrentes , que mais tarde vão ser decifrados e tratados . Mas convém , desde já, relembrar o que escreveu recentemente a professora universitária Maria do Céu Patrão Neves , afirmando a este respeito  que “ se poderia ter evitado o pânico generalizado que se gerou, quando apenas os mais vulneráveis ao Coronavírus deveriam ser isolados “.  Há muitas questões e episódios que, a seu tempo , deverão ser devidamente decifrados e esclarecidos . Para sossego das pessoas ! 
 Claro que depois dos testes os positivos devem ser isolados fora da sua residência . E as desinfeções devem ser alargadas a todas as áreas onde circulam ou permanecem pessoas em serviço ou por necessidade pessoal. A falta de material e de equipamentos tem sido viral, e oxalá não demore a resolver .
  Quanto às cercas sanitárias (  melhor seria chamarem cordões sanitários ) , há lugares,  como hoje aconteceu na zona da Lagoa do Fogo , onde foi possível dispensar um pelotão de pessoal de fiscalização , bastando para isso colocar uma barreira inamovível, que impossibilita a ligação com o concelho vizinho , no caso a Lagoa. 
  Mas, mesmo assim neste cenário, o nosso olhar é de esperança em melhores dias , em novas estratégias e em novas medidas , seguros da competência e da dedicação de muitas centenas de profissionais da Saúde e de outros serviços agregados , que têm sido sacrificados para salvar vidas ! A todos uma boa e jubilosa Semana Santa.


 Domingo de Ramos de 2020
 

Print

Categorias: Opinião

Tags:

Theme picker

Revista Pub açorianissima